Trocadilhos

Pelo andar da carruagem, meu aparelho auditivo deve estar montado numa tartaruga e retornando de Bauru pra cá. Desde novembro estou aguardando o retorno do meu querido aparelhinho que por minha causa, já citado no post anterior, foi quebrado. Bom, tudo bem, a culpa foi minha, mas de quem é a culpa pela demora no SUS?! Eu já sabia que o sistema único de saúde andava em passos lentos, mas dessa vez ele está de “parabéns” (é claro que é ironia). Um texto cheio de trocadilhos e que esboça o trocadilho real que tenho feito no meu dia-a-dia. Alguém diz sim e você entende fim, alguém diz eu me chamo Saulo e você entende Paulo. Parece engraçado mas não é, isso coloca a gente em cada situação difícil que melhor mesmo é fazer de conta que você entendeu. Difícil é quando era uma pergunta e você não entendeu, consequentemente não respondeu e a pessoa fica aguardando sua resposta e então você vira e diz: desculpa, o que foi que você falou? 

É assim, se houver alguém com orelhas “equipadas” de plantão há de concordar comigo que não é nada agradável os trocadilhos que fazemos.

Mudando de assunto de pato pra ganso, ou melhor, de pato pra galo, hoje a minha companheira de trabalho comentou que estava ouvindo um galo cantar descontroladamente durante o dia. Por um tempo ficamos nos perguntando onde estava o galo, em que quintal ele estaria habitando. E como trabalhamos em um estabelecimento de saúde ficamos apreensivas, pensando que algum cliente poderia cogitar a ideia de que estamos criando um galo no quintal. Confesso que ri bastante com a história. Ela então me perguntou: você está ouvindo o galo cantar? Eu disse que não. Ela disse que sorte a minha. Será mesmo?! Não acho que eu tenho sorte por não ouvir um galo cantar, ainda que o canto dele estivesse acontecendo em momento inoportuno,eu gostaria de ouvir.

Hoje recebi a informação de que meu aparelhinho está voltando, parece que vem pelo correio  “sedex”, mas eu tenho minhas dúvidas…rs 

Quem sabe volto a ouvir o galo cantar, o gato miar e os demais sons oriundos do meio o qual eu convivo. 

Vem logo, carteiro!

 

L.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s